Psoríase

Um blogue. Um olhar diferente.

Urinoterapia e psoríase

No artigo de hoje voltaremos a abordar o polémico tema da urinoterapia, tentando novamente obter corroborações à teoria que advoga uma possível cura da psoríase através deste método. O debate foi iniciado por um comentário deixado pelo leitor Daniel Martins ao artigo Cura para a psoríase estará nos Açores? que deu origem ao artigo Amaroli (Urinoterapia) cura psoríase?, um dos mais lidos e discutidos neste nosso espaço.
Para quem nunca ouviu falar do termo, a Amaroli (Urinoterapia) é um método terapêutico alternativo que consiste na ingestão da própria urina do paciente.
Hoje, a questão é relançada pelo comentário de Cris Landell ao artigo supracitado.
Obrigado Cris pela participação, de extrema importância para relançar um debate que se espera, novamente, concorrido. Aqui está o seu comentário:

Eu tentei curar a psoríase com alguns tratamentos, mas acredito que foi com o último (urinoterapia ou amaroli) a causa da cura mesmo. Há 7 anos tive psoríase leve, conseguia conviver com a doença, ir a praia, usar saia e seguia um tratamento com pomada a base de corticoide (propiosol). Porém, um ano atrás tive uma forte crise que fiquei com a pele com uns 70% afetada. Fiquei com umas lesóes feias, minha pele escamava toda, coçava muito, coisa horrível. Procurei outro dermatologista e me receitou uma injeção chamada metotrexato (lexato), 0,5 ml 1 vez por semana, 4 doses, uma por semana. Mas antes de tomar tive que fazer vários exames para ver como estava a saúde dos meus rins e figado, pois os efeitos colaterais são fortes. Tomei somente duas doses, resolvi não terminar o tratamento com medo que meu figado e rins ficassem comprometidos, senti fortes enjoos e uns efeitos colaterais horríveis.Senti que deu uma melhorada de 20% nas lesões, não acreditei muito. Então resolvi apelar para as terapias alternativas: Fiz a cura do limão, durante 20 dias, no primeiro dia espremer um limão e tomar puro, segundo dia 2 e assim por diante até dez limões, e depois decresce, 9, 8, …é aconselhavel tomar de canudinho para evitar a descalcificação dos dentes e não escovar os dentes na hora, esperar uns 30 minutos, assim aconselhou minha dentista. Depois disso, começei a ler sobre a urinoterapia e resolvi experimentar, fiz durante uns quinze dias, toda manhã, o primeiro jato dispensava e depois aparava com um copo uns 100ml. Confesso que não foi fácil, mas faria qualquer coisa pra sair daquela situação. Junto ainda usava, as vezes, a pomada e hidratava com óleo mineral. E aos poucos fui notando melhora, depois fui em outro médico que me receitou capsulas ginkgo biloba e vitamina b6, receitou psorex(propionato de clobetasol)a mesma formula da pomada anterior,em algumas lesões mas ainda tenho a pomada, está quase intacta, nem usei muito, somente em algumas lesões que ainda estavam vermelhas. Também tomei junto levedo de cerveja em capsulas.Faz 3 a 4 meses que eu digo que estou curada, só restaram algumas manchas brancas que aos poucos estão sumindo. Eu até já depilei minhas pernas com cera, coisa que não fazia ha muito tempo. Continuo usando somente o óleo mineral, após o banho, com o corpo ainda molhado, passo em todo corpo.Ah, durante todo tratamento “não tomei sol”, pois sempre desconfiei que o sol prejudicava mais quando estava com lesões escamadas, agora sempre uso filtro solar quando tomo sol e ainda não fiquei exposta ao sol por muito tempo, mas acredito que agora não vai ter problema. Também devo falar das sessões de limpeza de chacras que fiz em um centro espírita holístico. Resolvi relatar tudo, exatamente como aconteceu, é a pura verdade, porque sempre acreditei que ia me curar, mesmo quando ouvia que não tinha cura e aconteceu…Minha saúde está ótima!! E eu também.

Amaroli (Urinoterapia) cura psoríase?

Amaroli (Urinoterapia) cura psoríase? A resposta é certamente polémica e será abordada neste post, copiado integralmente de um comentário deixado pelo leitor Daniel Martins ao artigo Cura para a psoríase estará nos Açores?. Um amigo já me tinha falado deste método de tratamento perante o meu ar pasmado, confesso. Obrigado Daniel pela participação, muito importante para lançar um debate que se espera concorrido. Aqui está o seu comentário:

Se alguém já teve sabe do pânico que é ver o seu corpo escamar como se fosse uma cera de vela, na cabeça, no peito, etc. etc.
Depois de passar por inúmeros dermatologistas (mais de 10, acreditem), pomadas, etc etc. Eu conclui que eles não poderiam me ajudar mesmo e apelei para as curas naturais. E a cura estava mais perto do que eu imaginava, estava dentro de mim. Alguém me sugeriu que fizesse o método amaroli (tomar a própria urina) coisa que abominei na hora! mas depois de alguns anos, sem sucesso e nenhum dos tratamentos, com o meu caso cada vez mais agravado, resolvi tentar às escondidas. Comprei um livro que tratava do assunto para me convencer e vi que ele fazia exatamente isso, convencia, pois o tratamento é tão simples que eu resumo em uma frase: Evitar o excesso de carnes vermelhas que dão gosto ruim a urina e comer mais frutas e verduras, e então passar a tomar a sua própria urina (eu dispensava o primeiro jato que é o que limpa o canal da uretra). Deixei um copo escondido no banheiro e todos os dias passei a tomar a minha própria urina. Primeiro quero dizer que é uma experiência única, eu me senti como se tivesse aceitando o meu corpo, como se tivesse me reequilibrando naturalmente. Mas o que interessa: após algumas semanas o incrível começou a acontecer, a total cura da psoríase, sem remédio, sem gastar um centavo!!! e para os incrédulos que vão dizer que foram as frutas e verduras e a pouca carne vermelha eu digo, enganam-se, pois já tinha feito dieta semelhante sem ao menos afetar a psoriase, aliás todas as dietas possíveis eu tentei. Enfim, foi o amaroli (o tomar a própria urina mesmo. Aí comecei a lembrar de relatos, até um dia eu vi na tv, sobre isso, de tomar a própria urina, e eu assim como as outras pessoas, condenava o método achando uma aberração. Quem diria que eu um dia teria minha vida completamente mudada pela minha própria urina. O pior foi que minha mulher quando conta que eu me curei, olha pra mim e pergunta: como foi que voce curou mesmo? hehehe, até hoje não tive a coragem de contar, por isso exponho aqui para ajudar outras pessoas. Um abraço e divulguem para quem sofre desse mal ok? Obs.: falo a mais pura verdade. Obrigado.