Psoríase

Um blogue. Um olhar diferente.

Psoríase na infância: perigo para o coração

No artigo Problemas de coração e psoríase vimos que os doentes psoriáticos poderão ver aumentado o risco de contrair problemas cardiovasculares. As conclusões de um recente estudo a este nível estão a causar alguma preocupação nos doentes psoriáticos. Não perca a notícia «Psoríase eleva risco de problema cardíaco» no Portal Jornal do Povo de Três Lagoas.

Desta vez, no artigo «Psoríase na infância pode ser sinal de perigo para o coração» lê-se:

«[...] a PSOPortugal – Associação Portuguesa da Psoríase alerta para a necessidade de monitorizar mais de perto as crianças que sofrem de psoríase, pois estas apresentam índices de colesterol elevados, um dos principais factores de risco para doenças cardiovasculares. [...]»

Como tratar a psoríase

Em artigos anteriores escrevi sobre várias formas de tratamento, sejam elas naturais ou aconselhadas pela medicina, que facilmente podem ser seguidas com o intuito de acalmar as lesões causadas pela psoríase. Por exemplo, o tratamento da psoríase pode ser feito com recurso a métodos naturais; ajudado pela adopção de uma alimentação saudável; pelo controle dos níveis de stress; pela exposição ao sol e idas à praia.

Vejam este artigo da Wikipedia, que descreve as formas de tratamento da psoríase mais utilizadas nos dias de hoje:

  • Tópicos: pomadas, banhos sobre a pele.
  • Fototerapias: luz ultravioleta.
  • Sistêmicos: via oral, injecções (também chamados internos).
  • Tratamento com medicamentos imunobiológicos.
  • Limpeza por peixes.
  • Tratamento combinados – tópicos + terapias + internos.
  • Psicoterapia.
  • Balneoterapia: banhos, barros, etc.
  • Climaterapia.
  • Acupuntura também ajuda no processo de cura desta, pois relaxa e alivia o stress.

Alimentos curam psoríase?

É sabido que a adopção de uma alimentação saudável poderá ajudar sobremaneira no tratamento da psoríase e de muitas outras doenças. Já cá vimos, no artigo Alimentos essenciais para controlar a psoríase, que uma dieta rica em frutas, cereais e óleos vegetais é fundamental para controlar a psoríase.
Sabe-se também que o consumo de gorduras saturadas e o excesso de álcool podem aumentar o aparecimento das lesões, devido à acumulação de toxinas. Uma amiga que tem psoríase referiu-me que um bom tratamento, em termos de alimentação, é evitar leite e carne de porco. Contou-me que conhece quem tenha melhorado substancialmente, apenas evitado estes alimentos.
Alguém experimentou algo do género? Têm algum feedback para dar?

Cuide dos seus pés.

A psoríase é uma doença de pele que pode surgir por todo o corpo. No artigo Psoríase nos calcanhares abordámos a sua manifestação nos pés.
A pele dos pés é mais espessa, de modo a que sustente o peso do corpo de uma forma mais eficaz. Quando é atingida por algum problema, tende a ficar ainda mais grossa. Por isso, quando surgem fissuras nos calcanhares devemos sempre desconfiar. Os causadores poderão ser diabetes, doenças vasculares, uma simples micose ou até… psoríase, entre outras.
O texto «Saiba como prevenir bolhas, calos e outros problemas nos pés» é de leitura obrigatória para quem quer melhorar os efeitos da psoríase nesta parte do corpo. A não perder.

Solários melhoram psoríase?

Os doentes que sofrem de psoríase sabem que o astro-rei ajuda bastante no tratamento deste problema de pele. Apanhar sol de uma forma contida e moderada é, como todos sabem, muito aconselhável e bastante benéfico.
No recente post Solários e psoríase vimos que, para quem padece de psoríase, investir em formas não naturais de procurar os benefícios do Sol poderá trazer o risco de piorar a doença.
O artigo «Solários não trazem grandes perigos» que li na publicação on-line Expresso das Nove defende, paradoxalmente, uma abordagem algo inédita a toda esta questão. Não percam.