Psoríase

Um blogue. Um olhar diferente.

5 anos

Hoje este blogue faz exactamente cinco anos. Aproveito a efeméride para agradecer a todos os que durante estes anos cá vieram, visitaram, comentaram e linkaram ajudando a consolidar, desta forma, este blogue. Agradeço também a todos os que escreveram pontualmente artigos para este espaço.

Eis a transcrição da primeira entrada deste sítio:

Olá! Sejam bem-vindos ao Psoriase.eu! Neste espaço virtual partilharei a minha experiência – que já vai longa – com uma doença comum a milhares de portugueses: a psoríase.
Todos são bem-vindos a partilhar também as vossas experiências sobre esta doença de pele, de modo a que, juntos, possamos ajudar-nos mutuamente.
Se quiserem, poderão contribuir com artigos de vossa autoria que julguem importantes para a nossa comunidade de leitores. Se souberem de alguma dica, terapêutica natural, site que aqui não esteja referenciado, não hesitem em contactar-me.
Um grande abraço!

Psoríase eleva o risco de diabetes tipo 2

Após um mês de férias, regressamos com um artigo que nos deixará seguramente bastante preocupados. Leiam: «Psoríase eleva o risco de diabetes tipo 2, mostra estudo americano». Eis um excerto:

A psoríase, doença de pele crônica provocada por uma falha no sistema imunológico, é um fator de risco para a diabetes tipo 2, segundo um novo estudo conduzido por pesquisadores da Escola de Medicina Perelman, da Universidade da Pensilvânia, nos EUA. Os resultados estão publicados na atual edição da revista “Archives of Dermatology”.

Os cientistas analisaram 108.132 pessoas com psoríase e 430.716 sem o problema. Os casos leves tiveram um aumento de 11% no risco de diabetes e os graves, de 46%.

O trabalho chegou à conclusão de que a psoríase e o distúrbio metabólico que leva à diabetes tipo 2 – associada a uma resistência à insulina, hormônio produzido pelo pâncreas – têm uma via inflamatória comum. [...]

Tatuagem, tatuagens e psoríase

«Poderei fazer tatuagens tendo psoríase?», é uma pergunta que já me foi feita inúmeras vezes. Estudei sobre a matéria e estava a preparar um artigo, mas encontrei uma matéria que me fez enviar o rascunho directamente para o lixo. A resposta está no portal Bonde. Não perca o artigo «Tenho psoríase: posso fazer uma tatuagem?».

Eis um pequeno excerto:

Se você tem psoríase e está pensando em fazer uma tatuagem, é preciso saber que existem muitos fatores a considerar sobre este assunto. “Tatuagens pode ser uma forma de enfeitar o corpo e se expressar, mas uma coisa que ela não pode fazer é encobrir suas placas eritematosas – sinais típicos da psoríase – que muitos confundem com alergias”, comenta a dermatologista Cristine Carvalho, diretora do Centro de Dermatologia e Estética.

Felizmente, muitas partes do corpo onde a psoríase é comum, tais como o couro cabeludo, os cotovelos e os joelhos não são locais apropriados para tatuagens de qualquer maneira. “Mesmo assim, é preciso ter em mente que a tatuagem é uma declaração no corpo, algo que você não deseja esconder. Se o seu desejo for encobrir as marcas da psoríase, roupas e maquiagem são melhores, além de serem opções menos permanentes”, diz a médica. [...]

Fotos e imagens de psoríase

Num artigo de 15 de Julho de 2010, falei desta mesma temática. Continuo a receber com muita frequência pedidos, on-line e off-line, para colocar fotos e imagens de psoríase neste espaço. Como afirmei na altura, tenho evitado de o fazer, principalmente porque a discriminação existe, e há muito receio de “contaminação” nas pessoas sem psoríase. Assim mesmo. Não quero contribuir para esse factor, exibindo psoríase em imagens que são chocantes, porém muitas das que se encontram por essa Internet adentro representam uma pequena percentagem dos doentes que dela padecem. Prefiro contribuir para um maior conhecimento da doença que, como por várias vezes referi em artigos deste blogue, pode facilmente ser confundida com outros problemas de pele. Assim, deixo-vos um sítio muito interessante, que vos irá ajudar bastante: Dermatologia.Net – Atlas de Imagens da Pele.

Tratamento da psoríase pode prevenir ataques cardíacos

Nos artigos Problemas de coração e psoríase e Psoríase na infância: perigo para o coração vimos que os doentes psoriáticos poderão ver aumentado o risco de contrair problemas cardiovasculares. As conclusões dos estudos referidos nestes dois posts estão a causar alguma preocupação nos doentes psoriáticos.

Mas e se alguém vos dissesse que o «Tratamento da psoríase pode ajudar a prevenir ataques cardíacos e derrames»? É isso mesmo.

Um estudo clínico realizado pelo Instituto do Coração de Montreal em parceria com a Innovaderm Research, apresentado durante a reunião anual da Academia Americana de Dermatologia, revelou que um novo tratamento dermatológico para a psoríase está associado com uma diminuição significativa da inflamação perivascular nos pacientes portadores da doença. [...]

Leia aqui a notícia completa.