Já cá falámos da petição pelo Reconhecimento da Psoríase como doença Crónica impulsionada pela PSOPortugal – Associação Portuguesa da Psoríase. Neste âmbito, a associação foi recebida, em audiências separadas, pelos grupos parlamentares do Bloco de Esquerda, CDS/PP, PS, CDU e PSD. O intuito foi exactamente este, tentar sensibilizar os deputados para a necessidade do Serviço Nacional de Saúde classificar a psoríase como doença crónica. As razões? Este problema de pele fica, com maior ou menor intensidade, mais escondido ou mais visível, durante toda a vida. Depois, exige uma medicação constante, sob pena dos sintomas serem agravados. E há muito que a doença é reconhecida pelos médicos como doença crónica
Os cerca de 250 mil portugueses que dela padecem sentem-na igualmente como doença crónica.