Psoríase

Um blogue. Um olhar diferente.

Feliz 2013!

Nestes momentos de viragem da folha no calendário gregoriano, urge ganharmos energia renovada para que possamos compreender a nossa doença mais ao pormenor e, assim, conseguirmos viver melhor com ela.

Permitam-me referir de novo o que digo todos os anos nos artigos alusivos a esta data: sejam bem-vindos a este espaço! Partilhem experiências sobre a doença que é comum a todos nós: a psoríase. Partilhem formas de tratamento, terapêuticas naturais, conselhos ou dicas. Partilhem dúvidas e anseios. Partilhem alegrias e conquistas. O objectivo é que nos possamos ajudar uns aos outros.

Caso queiram, poderão contribuir com textos da vossa autoria que julguem importantes para a nossa comunidade de leitores. Se souberem de algum site que aqui não esteja referenciado, não hesitem em contactar-me. Obrigado.

Que 2013 vos traga tudo de bom! Acreditem, porque irão seguramente melhorar!

Um grande abraço! Feliz Ano Novo!

Feliz Natal

O artigo A felicidade traduz um pouco do que esta quadra que se aproxima deveria significar para quem sofre de psoríase. Esqueçam a doença por um momento e sejam felizes. A psoríase melhora bastante se conseguirmos ter um estado de espírito feliz e positivo.

A palavra “felicidade” tem sido amplamente debatida no meio médico. Sempre se equacionou os seus impactos positivos sobre a qualidade de vida das pessoas. Há bastantes casos que comprovam que uma atitude positiva face à doença ajuda na melhoria do estado de saúde de quem delas padece.

Feliz Natal e… acreditem, porque irão seguramente melhorar!

Nota: Pois é. Como a inspiração não abunda por estas alturas, resolvi publicar novamente o artigo Feliz Natal que escrevi no ano passado. Feliz Natal!

O stress e as doenças de pele

O stress confere uma perspectiva negativa à forma como enfrentamos o nosso dia-a-dia, verificando-se um considerável aumento, nos últimos anos, do número de pessoas que se queixam do problema. Para enfrentar as consequências desta questão, os nossos mecanismos de defesa começam a actuar de forma pouco constante, aumentando deste modo a probabilidade de contrair doenças ou amplificando um problema do qual já padeça. A psoríase não é uma excepção.
Esta introdução serve apenas de ponto de partida a um artigo que aflora questões sobre a relação causa/efeito de stress com psoríase. Eis um excerto:

[...] Considerada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) como um dos principais agravantes de doenças dermatológicas, o estresse também pode provocar intensas alterações no corpo, principalmente no quesito hormonal, além da geração dos famosos radicais livres, responsáveis pelo processo de envelhecimento.

“Todas essas alterações implicam numa infinidade de problemas, desde o surgimento de acnes e rugas, até doenças crônicas como vitiligo e psoríase”, explica Miriam Sabino, dermatologista da Clínica Miriam Sabino, de São Paulo. Segundo estimativa da instituição, uma em cada três pessoas com problemas na pele já apresentou alterações emocionais como o estresse. [...]

Vídeo sobre psoríase

O post de hoje tem por base um trabalho produzido pela TV Brasil.

O trabalho procura consciencializar as pessoas para os problemas que os doentes com psoríase enfrentam, nomeadamente preconceito, bem como factos e formas de tratamento desta doença de pele. Apresenta testemunhos na primeira pessoa. Neste caso específico, o enfoque é dado à incidência da doença no Brasil. Recorde-se que cerca de nove milhões de sul-americanos sofrem de psoríase, sendo o Brasil o país com o maior número de portadores do problema.

O vídeo é bastante esclarecedor. Não percam.

Dia Mundial da Psoríase 2012

Hoje é dia 29 de Outubro de 2012 no calendário gregoriano. Segunda-feira. Dia Mundial da Psoríase.

Copiei e colo o artigo que escrevi há dois anos para assinalar a data.

Hoje é dia 29 de Outubro de 2010 no calendário gregoriano. Sexta-feira. Dia Mundial da Psoríase. Gostaria de vos deixar neste dia um vídeo muito interessante e importante produzido pela mão da PSOPortugal – Associação Portuguesa da Psoríase. Nele, figuras públicas como Dália Madruga, Iva Domingues, Carlos Rodrigues ou Hélio Loureiro apresentam a sua relação com a doença, contribuindo com o seu testemunho. Fica uma ideia para hoje: falarmos abertamente sobre a nossa doença com o intuito de ajudar outros que dela padeçam e, ao mesmo tempo, libertarmos os nossos receios e ansiedade!